Faça seu login
Ajuda · Novo usuário? Registre-se
home diario de bordo biografia dvds fotos videos downloads agenda forum imprensa
 
Home > Diário de Bordo
 

A CAMPANHA DO ABRAÇO GRÁTIS - POR ADILAH AWADA

20/07/2008 · 23:57  · 18 comentários


Abraços grátis ao som de "All the same" - Sick Puppies
Adilah Awada, de São Paulo, venceu o concurso de crônicas de julho e irá comandar o Diário nas segundas-feiras do mês. Confira o texto de hoje:


Eu conheci a campanha da maneira mais tradicional: me deparando com um participante dela, um rapaz oferecia abraços grátis em pelo horário de pico da Avenida Paulista. Confesso na hora eu não dei importância. Eu estava com pressa e não pude parar um minuto para receber o tal abraço e fui embora sem saber do que se tratava.

Seis meses depois, me deparei de novo com a história. Só que dessa vez não foi ao vivo. Tive que fazer um trabalho sobre a "Campanha do Abraço Grátis" ou, como é mundialmente conhecida, "Free Hugs Campaign". E aí sim tomei conhecimento da dimensão e da beleza desse movimento.

Digo beleza porque o que é oferecido é algo muito simples e que não tem custo algum. Porque os efeitos são surpreendentes e simbolizam a paz. A tal paz que não se vê mais por aí. Que já não estampa nenhuma página de jornal, infelizmente. Tudo muito ao contrário. Todo o amor e gentileza pelo próximo indo por água abaixo e sendo cada vez menos praticados.

O movimento e a música

Bom, mas voltando a história, conversei com alguns organizadores da campanha aqui no Brasil e o que eles me contaram foi o seguinte: o movimento surgiu em 2004 quando Juann Mann, um cidadão comum, resolveu fazer uma campanha cujo objetivo era oferecer abraços grátis para as pessoas que passavam em Pitt Street Mall, uma rua da cidade de Sidney, Austrália.

O problema é que aquela atitude provocou desconfiança. Os policiais proibiram Juann de realizar sua campanha. Mas isso acabou dando força ao movimento: a partir dessa repressão, Juann e seus amigos conseguiram uma petição que reuniu 10.000 assinaturas e devolveu o direito de voltar a oferecer seus abraços grátis.

Um dia Juann ofereceu um abraço ao líder da banda Sick Puppies, Shimoon More, e desde então se tornaram amigos. Shimoon então teve a idéia de gravar a campanha incentivada por Juann e colocar a música All the same ao fundo. Esse clipe, na época, foi um dos mais acessados no youtube e, assim, ganhou adeptos pelo mundo todo, inclusive Brasil.

Um passo para a mudança de atitude

Eu sei que oferecer abraços não vai mudar o mundo. Pode até não mudar o mundo, mas essa já uma maneira de começar a mudar. Às vezes é exatamente do que uma pessoa está precisando. Hoje eu não recusaria um abraço grátis. Sei que o abraço gera uma troca de energia e pode até salvar o seu dia.

Também fico feliz quando vejo pessoas engajadas em fazer o bem. Seja com essa atitude ou com tantas outras que nós podemos tomar para tornar esse mundo melhor. É só um gesto, mas representa muito. Ver pessoas do mundo todo empenhadas em ajudar, me dá esperança de mudanças, seja a campanha que for, se for para o bem, sempre ajuda a começar a construção de um outro futuro.
 
Tags para este post concurso  | campanha-do-abraco-gratis  | free-hugs
 

Ahhh... eu já participei do Free Hugs aqui em São Paulo no parque do Ibirapuera, ano passado. É impressionante a reação das pessoas... desde uma aversão total até lágrimas de emoção de uma senhorinha, que na hora aderiu a a campanha como voluntária...
Num mundo de violência, medo, falta de calor humano, videogames e internet, nos quais as novas gerações sequer sabem o que é uma "turma de bairro", um simples abraço fraterno ficou esquecido e desvalorizado...

Um abraço a todos (sempre grátis!!)

Alê Borges Manaus (AM) · 21/7/2008 01:25

Caramba pessoal...eu não conhecia essa campanha, na verdade nunca vi aqui no Rio algo parecido com o que fizeram em Sampa. Talvez tenha tido e eu que nunca consegui a oportunidade de ver esse trabalho.
Gostei muito de saber que ainda há pessoas com esperança para um mundo melhor. Maneiríssimo o clipe ao som da música do Sick Puppies.
Valeu pelo texto que soma mais conhecimento em minha vida.
Bjs e abraços!

Liginha Fernandes Nova Iguaçu (RJ) · 21/7/2008 08:25

Ligia, o pessoal do Detonautas Roque Clube (Tico Sta. Cruz, Tchello, Cleston, Renato e Fabio Brasil) apoiam o Free Hugs já há alguns anos aí no Rio de Janeiro... inclusive o Clipe da música "Você me Faz Tão Bem" foi gravado no RJ com cenas do 'abraço grátis'... detalhe: são eles fantasiados de bichinhos de pelucia gigante... rs
Segue o link do video:

http://www.youtube.com/watch?v=9P5Jq6J6kvA

bjs

Alê Borges Manaus (AM) · 21/7/2008 10:18

Obrigada amigo pela informação. Estarei mais atenta a esse movimento por aqui. Acabei de ver o clipe do link que você me enviou e achei o máximo! Muito legal mesmo!
Adorei saber do movimento!
Beijos!


Liginha Fernandes Nova Iguaçu (RJ) · 21/7/2008 10:22

Alê, eu não sabia que vc tinha participado! Eu quero participar tb! Na comunidade deles no orkut, fica disponível datas e lugares onde acontecerão as próximas campanhas! Quem sabe a gente não consegue participar juntos?
Liginha, quando conversei com um organizador do Rio de Janeiro, ele me disse que fizeram uma campanha em Copacaba e Ipanema...Acredito que futuramente eles voltarão! Muito legal, né?
Obrigada pelos comentários!
Beijos

Adilah São Paulo (SP) · 21/7/2008 11:30

Muito legal essa campanha, quando teve aqui no RJ eu só soube quando passou na TV uma reportagem e já tinha acabado. Fiquei morrendo de vontade de participar. Deve ser muito bom abraçar as pessoas assim de repente.
O clipp dos Detonautas ficou muito maneiro.
Bjs

Wanda Rio de Janeiro (RJ) · 21/7/2008 13:17

Adilah acabei de abrir meu e-mail e veja o que me mandaram, muito legal!

Olá!
Você já ganhou um abraço hoje?
Não?
Então, você acaba de receber meu abraço neste momento!!!

Existe algo em um simples abraço que sempre aquece o coração e nos dá boas vindas ao voltarmos para casa, e torna mais fácil a partida.
Um abraço é uma forma de dividir as alegrias e tristezas que passamos, ou só uma forma para amigos dizerem que se gostam porque, simplesmente, você é você.
Abraços significam amor para alguém com quem realmente nos importamos...
Um abraço é algo espantoso... é a forma perfeita de mostrar o amor que sentimos, mas que palavras não podem dizer.


É engraçado como um simples abraço faz-nos sentir bem...em qualquer lugar
É sempre compreendido...
E abraços não precisam de equipamentos, pilhas ou baterias especiais... É só abrir os braços e os corações...

Guarde este abraço apertado com todo carinho!!!!!!


Tudo a ver não????achei lindo!!
Bjs



Wanda Rio de Janeiro (RJ) · 21/7/2008 13:51

Oi, Wanda!

Lindo mesmo! Tudo a ver com o tema...E como dito aí no texto, é uma maneira tão simples e nos faz sentir tão bem, né?
Acredito que há muita troca de energia em um abraço!

Beijos

Adilah São Paulo (SP) · 21/7/2008 14:10

Muito bom seu texto, Adilah!

Já conheço a campanha mas ainda não encontrei com adeptos do Free Hugs nas ruas.
O abraço é uma coisa tão simples e ao mesmo tempo tão importante que não seria possível viver muito tempo sem ele, né? Como vc mesma disse, as vezes só ele pode salvar nosso dia...

Bjux

Livia Rio de Janeiro (RJ) · 21/7/2008 18:03

Parabéns pelo texto Adilah!!

E me dá um abraço logo, ah,ah!!

Beijos!!

Eduardo Silva São Paulo (SP) · 21/7/2008 23:45

Show de bola!
[]s

Uli São Paulo (SP) · 22/7/2008 02:04

Essa campanha deveria ser contínua pra que a gente se acostume a idéia de prestar atenção no outro e perceba que através de um gesto simples muda o dia.
Gostei do vídeo, brincando a turma conseguiu fazer um monte de gente abrir os braços para um abraço de verdade!
Gostei do texto, Adilha, siinta-se abraçada !



Rio de Janeiro (RJ) · 22/7/2008 02:20

Oi Duli! Adorei o tema. Quando li teu texto, fiquei pensando sobre o poder do toque. É visível a força que exerce sobre o ser humano, na verdade, em outros animais também.

Mais especial do que o toque, é o tempo de um toque. A energia que o faz acontecer. O mesmíssimo gesto pode transmitir desde timidez até invasão.

E o mais lindo é que não tem regra nenhuma, cada ser humano tem seu tempo para o toque, que pode ser de alguns segundos para uns, mas de anos a fio para outros. Alguns têm o talento de encurtar esse tempo, e alguns tem o “talento” de torná-lo imenso hahaha :-)

E quanto tempo será que têm os voluntários do Free Hugs para conquistar esse espaço? Alguns segundos de fala? Olhares? Sem dúvida deve ser uma bela experiência estar lá. De novo – adorei o tema!

p.s. desculpa o sumiço, to de mudança e ainda não instalaram meu vírtua na casa nova, AAAAAAAA!!!

Jean Toledo São Paulo (SP) · 22/7/2008 10:41

Obrigada!!!!

Posso agradecer os comentários, sempre lindos por sinal, com um abraço! Virtual, por enquanto! Sintam-se abraçados!

beijos

Adilah São Paulo (SP) · 22/7/2008 11:55

Sobre amizade e abraços:

Petúnia Resedá (Gonzaguinha)
do cd/dvd Amigo é Casa - Simone & Zélia Duncan

"Alô...
Amigo velho, novo
como vai, mas que prazer
Alô...
Eu trago novidades das pessoas prá você
Por lá se canta ainda com a mesma emoção
Por lá se dança ainda ao som de um grande coração
A gente vai levando quer se queira, goste ou não
Pé na estrada, facão

Alô...
Petunia Resedá já estou chegando em casa
Alô...
Uma saudade imensa me queima, me arrasa
Eu gostaria que voce tivesse sempre em mente
Que é justamente nosso amor que me leva em frente
Por isso a cada dia um lugar bem diferente
Preciso conhecer e abraçar mais gente

É importante dar notícias
boca a boca, mão na mão
Por isso vou cantando pela estrada
aquela simples canção

Muito que andar por aí
Muito que viver por aí
Muito que aprender
Muito que aprontar
Por aí... "


Marcio R Sorocaba (SP) · 23/7/2008 09:27

Adilah, adorei todos os seus textos. O e-mail que a Wanda recebeu, é otimo.
Parabéns, e um grande abraço para todos.


Cida Farias Niterói (RJ) · 25/7/2008 13:30

Adilah, adorei todos os seus textos. O e-mail que a Wanda recebeu, é otimo.
Parabéns, e um grande abraço para todos.


Cida Farias Niterói (RJ) · 25/7/2008 13:30

Ah, eu adoro abraços!
Principalmente os longos... realmente só fazem bem.
Infelizmente, vivemos uma época em que as pessoas têm medo de amar, de se entregar, de se envolver, de demonstrar sentimentos.
É um mundo covarde para o amor. Campanhas como essa encorajam as pessoas a darem valor às coisas realmente importantes.
É isso.
Beijo.

Fê_Bello São Paulo (SP) · 27/7/2008 22:47

 
Adicione seu comentário  
Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Site Leoni, e adicione seus comentários em seguida.
 
 
   
Shows Assine o Feed: Shows
Dicas Assine o Feed: Dicas
Outras conversas Assine o Feed: Outras conversas
Campanhas Assine o Feed: Campanhas
Novidades Assine o Feed: Novidades
Entrevistas Assine o Feed: Entrevistas
Meio-ambiente Assine o Feed: Meio-ambiente
Concursos Assine o Feed: Concursos
Música Relevante Assine o Feed: Música Relevante
Dicas de Sobrevivência do Músico no Mundo Digital Assine o Feed: Dicas de Sobrevivência do Músico no Mundo Digital
No Estúdio Assine o Feed: No Estúdio
Concursos Assine o Feed: Concursos
A Noite Perfeita Ao Vivo Assine o Feed: A Noite Perfeita Ao Vivo
Parcerias Assine o Feed: Parcerias
Letra, Música e Outras Conversas Assine o Feed: Letra, Música e Outras Conversas


desenvolvido por